Escola colégio CCI

Regimento (CCI & CCI Sênior)

Abaixo, alguns itens do Regimento Escolar do CCI & do CCI Sênior importantes para alunos, e pais:

Capítulo III (Regimento do CCI)

Da Avaliação, do Desenvolvimento, do Rendimento Escolar e da Promoção

Seção I

Da Promoção e Avanço de Estudos

Subseção I

Da Educação Infantil

Art.40. Na Educação Infantil, a avaliação do desenvolvimento da criança, visando identificar em que medida os objetivos propostos foram alcançados, é global e contínua, feita através da observação direta, nas atividades específicas de cada período, levando-se em consideração o seu desenvolvimento biopsicossocial, cultural e suas diferenças individuais, abrangendo a formação de hábitos e atitudes.

Art.41. O resultado da avaliação na Educação Infantil é registrado em relatório individual a ser apresentado, trimestralmente, aos responsáveis.

Art.42. Na Educação Infantil, o aluno é promovido automaticamente, ao final do ano letivo.

Subseção II

Do Ensino Fundamental 

Art.43. No Ensino Fundamental, do 1º ao 9a  Ano, a verificação de rendimento escolar é feita através da avaliação do aproveitamento, da observância de atitudes de interesse, participação, assiduidade, responsabilidade e pontualidade, visando identificar em que medida os objetivos de ensino propostos foram alcançados.

Art.44. No Ensino Fundamental, do 1º ao 9º Ano, o aluno é observado quanto aos aspectos emocional e afetivo, social, e de hábitos e atitudes, e, se necessário e oportuno, registrado em ficha do SOE para análise com a família.

Art.45. No Ensino Fundamental, do 1º ao 9º Ano, as avaliações do aproveitamento escolar são realizadas pelo professor, através de exercícios, provas, testes, trabalhos, projetos individuais ou em grupo, e demais atividades de cunho pedagógico.

§ 1o São realizadas, no mínimo, três avaliações por trimestre em cada componente curricular.

§ 2o Na hipótese de o aluno, por algum motivo, não comparecer às avaliações escritas, o pai deverá solicitar à Secretaria, em formulário próprio, a avaliação de segunda chamada.

Art.46. No Ensino Fundamental, em cada componente curricular, a média trimestral é obtida através do total da soma das notas das avaliações, trabalhos, projetos individuais ou em grupo, exercícios, testes, entre outros,  realizados durante o trimestre, e a nota da avaliação trimestral, sendo que esse total não deve ultrapassar a 10(dez) pontos no trimestre, como a seguir é indicado:

I - MT = NA1 + NA2 + ... + NAn + NAT = 10

II - Legenda:      MT = Média Trimestral;

                        NA1, NA2, NAn,=trabalhos, exercícios, testes;

                        NAT=Nota da Avaliação Trimestral;

Art.47. No Ensino Fundamental, do 1º ao 9º Ano, a avaliação do aproveitamento escolar é expressa através de notas, variando numa escala de 0,0(zero) a 10,0(dez), com graduação de 0,1(um décimo), em cada componente curricular.

Art.48. No Ensino Fundamental, do 1º ao 9º Ano, a Média Anual(MA) do aluno em cada componente curricular é a média aritmética ponderada dos três trimestres letivos, levando-se em conta que o 1o Trimestre, tem peso igual a 03(três); o 2o Trimestre tem peso igual a 3(três); o 3o Trimestre e último tem peso igual a 4(quatro); com divisor 10, conforme a fórmula.

I - MA = (MT1o x 3) + (MT2o x 3) + (MT3o x 4)

                                                            10

II - Legenda:             MA=Média Anual

                               MT1º=Média do 1º Trimestre

                               MT2º=Média do 2º Trimestre

                               MT3º=Média do 3º Trimestre

Art.49. No Ensino Fundamental, de 1º a 9º Ano, a promoção do aluno dá-se regularmente, ao final do ano letivo, sendo considerado aprovado aquele que obtiver nota anual, igual ou superior a 7,0, em cada componente curricular.

Art.51. No Ensino Fundamental, de 1º a 9º Ano, tem-se como aprovado quanto à assiduidade o aluno que obtiver freqüência igual ou superior a 75% das horas letivas anuais.

Art.52. O aluno pode ser promovido, no Ensino Fundamental, excepcionalmente, ao longo do ano letivo, com registro em ata própria, se para o seu melhor ajustamento e maior desenvolvimento, obedecidos os seguintes critérios:

I - indicação do(s) professor (es), após transcorrido o 1º mês de aula.

II - obtenção pelo aluno de nota igual ou superior a 8,0(oito), após avaliação referente ao conteúdo completo da série escolar em que se encontra.

III - maturidade adequada à série para qual será promovido, avaliada por profissional especializado, às custas dos responsáveis.

Parágrafo Único: Os resultados da avaliação do rendimento escolar dos alunos da EJA na metodologia a distância são registrados na ficha individual do aluno e veiculados na Plataforma Educacional pelo tutor.

Seção II

Da Recuperação

Art.60. A recuperação destina-se ao atendimento do aluno com aproveitamento insuficiente, considerada a escala de notas adotada pelo CCI.

Art.61. A programação, planejamento e execução das atividades de recuperação constituem responsabilidade do professor sob a supervisão do Coordenador Pedagógico, sendo realizada por meio de aulas com programação concentrada e intensiva nas seguintes etapas e modalidades:

§ 1o No Ensino Fundamental:

a) Periódica, realizada entre períodos de verificação do rendimento do aluno, tão logo se conheçam os resultados trimestrais.

b) Final, obrigatório para o CCI e, quando for o caso, para o aluno, após o último trimestre letivo.

c) Extra, paralela ao processo de ensino, realizada durante o ano letivo, indicada pelo professor do aluno, oferecida em horário distinto ao da aula, oferecida em caráter opcional.

§ 2o Na Educação de Jovens e Adultos

a) Contínua, paralela ao desenvolvimento do processo de ensino e no decorrer do semestre letivo, quando a insuficiência de conteúdo for identificada pelo professor;

b) Final, após o término do semestre letivo, oferecida aos alunos que não forem aprovados de acordo com o regimento escolar;

c) No 3º Segmento da Educação de Jovens e Adultos, na metodologia de ensino a distância, a recuperação é disponibilizada até que o aluno consiga superar suas dificuldades, sob a orientação do Serviço de Tutoria.

Art.62. Após os estudos de recuperação são aplicadas provas, com atribuição de notas de 0,0(zero) a 10(dez) pontos, com variações de 0,1(um décimo).

Art.64. A Nota Final Após os Estudos de Recuperação(NFAR)terá o seu registro na Ficha Individual do Aluno e  no Histórico Escolar, caso seja superior à Média Anual. Não sendo superior, prevalece, para fins de registro, a Média Anual.

Parágrafo Único: Para efeitos de promoção, será considerado o aluno que obtiver Nota Final Após Recuperação igual ou superior a 6,0(seis).

Art.63. Os resultados da recuperação final são registrados em livros próprios, na Ficha Individual do Aluno e comunicados aos responsáveis por meio de instrumento próprio.

Art. 64. O CCI não aceita alunos transferidos sujeitos a recuperação final.

Capítulo V(CCI Sênior)

Da Estrutura Didático – Pedagógica

 (...)

Subseção I

Da Avaliação do Ensino Médio

Art. 44. No Ensino Médio, as avaliações do aproveitamento escolar são realizadas pelo professor, através de exercícios, provas, testes, trabalhos individuais ou em grupo, e demais atividades de cunho pedagógico.

§ 1o São realizadas, no mínimo, duas avaliações por trimestre em cada componente curricular.

§ 2o Na hipótese de o aluno, por algum motivo, não comparecer às avaliações escritas, o pai deverá solicitar à Secretaria, em formulário próprio, a avaliação de segunda chamada.

Art. 45. No Ensino Médio, em cada componente curricular, a média trimestral é obtida através do total da soma das notas das avaliações, trabalhos individuais ou em grupo, exercícios, testes, projetos especiais, entre outros, realizados durante o trimestre, e a nota da avaliação trimestral, sendo que esse total não deve ultrapassar a 10(dez) pontos no trimestre, como a seguir é indicado:

I - MT = NA1 + NA2 + ... + NAn + NAT = 10

II - Legenda:      MT = Média trimestral;

                        NA1, NA2, NAn,=trabalhos, exercícios, testes;

                        NAT=Nota da Avaliação Trimestral;

Art. 46. No Ensino Médio a avaliação do aproveitamento escolar é expressa através de notas, variando numa escala de 0,0(zero) a 10,0(dez), com graduação de 0,1(um décimo), em cada componente curricular.

Art. 47. No Ensino Médio, a Média Anual(MA) do aluno em cada componente curricular é a média aritmética ponderada dos três trimestres letivos, levando-se em conta que o 1o trimestre, tem peso igual a 03(três); o 2o trimestre tem peso igual a 03(três); o 3o e último trimestre tem peso igual a 4(quatro), com divisor 10, conforme a fórmula.

I - MA = (MT1o x 3) + (MT2o x 3) + (MT3o x 4)

                                                          10

II - Legenda:      MA=Média Anual

                        MT1º=Média do 1º trimestre

                        MT2º=Média do 2º trimestre

                         MT3º=Média do 3º trimestre

Art. 48. No Ensino Médio, a promoção do aluno dá-se regularmente, ao final do ano letivo, sendo considerado aprovado aquele que obtiver nota anual, igual ou superior a 7,0, em cada componente curricular.

Art. 49. No Ensino Médio, tem-se como aprovado quanto à assiduidade o aluno que obtiver freqüência igual ou superior a 75% das horas letivas anuais.

Art. 50. O aluno pode ser promovido e ter avanço de estudos, no Ensino Médio, excepcionalmente, ao longo do ano letivo, com registro em ata própria, se para o seu melhor ajustamento e maior desenvolvimento, obedecidos os seguintes critérios:

I – atender às diretrizes curriculares nacionais;

II – ser indicado pelo(s) professor (es);

III – aprovação da indicação pelo Conselho de Classe;

IV – verificação da aprendizagem, obtendo nota igual ou superior a 8,0(oito) pontos, numa escala de 0(zero) a 10(dez) em cada componente curricular do Ensino Médio;

V – estar matriculado por um período mínimo de um semestre letivo no CCI Sênior.      

§ 1o Para concessão de certificado de conclusão do Ensino Médio, além do previsto nos incisos acima, devem ser atendidos os seguintes requisitos mínimos para a verificação da aprendizagem:

a) estar cursando o 3o Ano do Ensino Médio;

b) ter obtido aproveitamento igual ou superior a 80%(oitenta por cento) na escala de notas de 0,0(zero) a 10(dez) em cada componente curricular do Ensino Médio já cursado no 3o. Ano;

c) realizar avaliação das competências e habilidades construídas por meio de conteúdos programáticos, ainda não cursados, previstos para o Ensino Médio, com média global igual ou superior a 8,0(oito) na escala de 0,0(zero) a 10(dez);

§ 2o  A deliberação do Conselho de Classe será registrada em Ata e constará do Histórico Escolar do aluno.

Seção III

Dos Estudos de Recuperação

Art. 51. Os estudos de recuperação destinam-se ao atendimento dos alunos com aproveitamento insuficiente, considerada a escala de notas adotada pelo CCI Sênior.

Art. 52. A programação, planejamento e execução das atividades de recuperação constituem responsabilidade do professor sob a supervisão do Coordenador Pedagógico, sendo realizada por meio de aulas com programação concentrada e intensiva nas seguintes etapas e modalidades:

I - Contínua, realizada entre períodos de verificação do rendimento do aluno, tão logo se conheçam os resultados do trimestre.

II - Paralela ao processo de ensino, realizada durante o ano letivo, indicada pelo professor do aluno, oferecida em horário distinto ao da aula, oferecida em caráter opcional.

III - Final, obrigatório para o CCI Sênior e, quando for o caso, para o aluno, após o último trimestre letivo.

Parágrafo único. os dias estabelecidos especificamente para  a recuperação não serão considerados dias letivos.

Art. 53. Após os estudos de recuperação são aplicadas provas, com atribuição de notas de 0,0(zero) a 10(dez) pontos, com variações de 0,1(um décimo).

Art. 54. A Nota Final Após os Estudos de Recuperação(NFAR)terá o seu registro na Ficha Individual do Aluno e no Histórico Escolar, caso seja superior à Média Anual. Não sendo superior, prevalece, para fins de registro, a Média Anual.

Parágrafo único. Para efeitos de promoção, será considerado o aluno que obtiver Nota Final Após Recuperação igual ou superior a 6,0(seis).

Art. 55. Os resultados da recuperação final são registrados em livros próprios, na Ficha Individual do Aluno e comunicados aos responsáveis por meio de instrumento próprio. 

Art.  56. O CCI Sênior não aceita alunos transferidos sujeitos a recuperação final.

O texto completo de qualquer um dos Regimentos por ser solicitado à Coordenação ou à Direção do CCI & CCI Sênior.

A Instituição

Funcionamento

Missão

Princípios

Secretaria

Como podemos lhe ajudar?
Fale com o whatsapp do Colégio CCI.

Atendimento WhatsApp

ir ao topo

© Copyright 2000 Todos os Direitos Reservados - CCI, CCI Sênior & CLAT

QN - Samambaia/DF - CEP 72.319-502

(61) 3048.8200 / (61) 3048.8205 / (61) 9.9115-5707 / E-mail: cci@portalcci.com.br